Spz Online - Sempre Ligado na Notícia

Notícias Sapezal e Região

Dono de empresa que deu calote em funcionários tem localização incerta

Manoel Messias é proprietário da empresa MV Prestação de Serviços

Dono de empresa que deu calote em funcionários tem localização incerta
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Da Redação

Nove meses depois de um grupo de trabalhadores da empresa MV Prestadora de Serviços virem a público denunciar a falta de pagamento de salários, décimo terceiro e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), ainda continuam na esperança de serem ressarcidos.

A empresa de propriedade de Manoel Messias da Silva Filho prestava serviços para a Prefeitura Municipal de Sapezal e apesar de estar recebendo os vencimentos em dia, não cumpria com as obrigações trabalhistas resultando em dezenas de trabalhadores lesados.

Apesar dos vários processos judiciais que Manoel Messias responde, até o momento nenhum dos funcionários lesados conseguiu reaver os prejuízos. Isso porque, o paradeiro do empresário é incerto, a Justiça não conseguiu localizar Manoel Messias.

Após a repercussão do caso nas redes sociais, dezenas de outros funcionários e ex-funcionários acusaram a empresa do não cumprimento das obrigações trabalhistas, muitas estavam a pelo menos seis meses sem receber a rescisão contratual.

Na ocasião, Manoel Messias afirmou que estava sendo vítima de perseguição e vinha sofrendo ameaças, além disso, ele afirmou que no mês de janeiro a Prefeitura Municipal teria atrasado os pagamentos que normalmente eram realizados no dia 10 de cada mês.

De acordo com o advogado de três funcionários lesados, Tiago Francisco dos Passos, inicialmente teriam informações que davam conta que o empresário estaria morando na cidade de Vilhena - RO, posteriormente novas informações levaram ao paradeiro em Campo Novo do Parecis, porém até o momento sua localização é incerta.

Com isso, os funcionários lesados continuam amargando o fato de terem trabalhado de forma dedicada para a empresa sem receber os seus direitos.

Comentários:

Veja também