Spz Online - Sempre Ligado na Notícia

Notícias Polícia

Médico é encontrado morto em dormitório do HMC em Cuiabá

O médico anestesista Thiago Pinheiro Vieira, 32 anos, foi encontrado por colegas de trabalho.

Médico é encontrado morto em dormitório do HMC em Cuiabá
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Da Redação

Um médico anestesista identificado como, Thiago Pinheiro Vieira, 32 anos, foi encontrado morto na madrugada deste domingo (10) em uma sala do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). Ele foi encontrado por colegas, a suspeita é que ele tenha tirado a própria vida.

A morte do médico foi confirmada pela Empresa Cuiabana de Saúde Pública através de nota. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) lamentou a morte de Thiago. “Recebi com muita tristeza a notícia do falecimento do jovem médico Thiago Pinheiro Vieira. Quero prestar minha solidariedade aos pais, demais familiares e amigos. Que Deus conforte os corações neste momento de tanta dor”, disse Pinheiro. 

De acordo com as informações, o corpo do médico foi encontrado por volta da 00h dentro de um dos dormitórios da unidade hospitalar, ele estava deitado de barriga para cima no momento que foi encontrado pelos colegas.

A real causa da morte será apurada, o médico não possuía nenhum sinal aparente que pudesse apontar a causa da morte. O corpo de Thiago foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), onde irá passar por exames de necropsia.

CVV
 
O Centro de Valorização a Vida (CVV) presta serviço voluntário e gratuito de prevenção do suicídio e apoio emocional para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo. Os cerca de 3 milhões de atendimentos anuais são realizados por 3.000 voluntários em 104 postos de atendimento pelo telefone 188 (sem custo de ligação),  ou pelo www.cvv.org.br via chat ou e-mail. A entidade realiza também ações presenciais, como palestras, cursos e grupos de apoio a sobreviventes do suicídio – GASS (https://www.cvv.org.br/cvv-comunidade/).

Comentários:

Veja também