Spz Online - Sempre Ligado na Notícia

Notícias Política

Alto preço do aluguel é a maior 'pedra no sapato' da população de Sapezal

A mais de seis anos sem a construção de casas populares, a oferta de residências para locação só vem diminuindo.

Alto preço do aluguel é a maior 'pedra no sapato' da população de Sapezal
Foto: Arquivo/Laycer Tomaz/Ilustrativa
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Da Redação

Os preços elevados nos valores dos aluguéis em Sapezal, é uma verdadeira “pedra no sapato” dos trabalhadores do município. A falta de oferta acaba resultando na alta dos preços das locações.

É claro que este problema não é exclusivo de Sapezal, mas no município o problema é ainda mais agravado.
Se não bastasse a dificuldade da população mais carente em adquirir itens de necessidades básicas, como alimentos e itens de higiene pessoal, devido a alta da inflação, os munícipes precisam ‘se virar nos trinta’ para conseguir ter onde morar.

O problema se agravou ainda mais com o início da pandemia do novo coronavírus. Para se ter uma ideia, uma casa simples de três quartos, sala, cozinha e banheiro pode chegar a R$2.500, um preço exorbitante se levarmos em conta a média salarial da maioria da população que não passa de dois salários mínimos.

A mais de seis anos sem a construção de casas populares, a oferta de residências para locação só vem diminuindo, impulsionando assim, o aumento nos aluguéis.

Durante a campanha em 2020, o atual prefeito, Valcir Casagrande (PL) prometeu a construção de 850 casas, porém até o momento, a quase um ano da nova gestão, nenhuma residência saiu do papel.

Uma parceria com a MT Par foi firmada pela Prefeitura, com isso, inicialmente pelo menos 150 casas seriam construídas no município, mas também não existem muitas informações acerca dessa parceria.

Com a falta de comprometimento por parte das autoridades em resolver o problema de moradia, o que resta é a população pagando aluguéis exorbitantes, tendo que optar em morar em residências que muitas vezes não comportam todos os membros da família.

Outra medida que poderia contribuir, é a implementação do chamado Aluguel Social, que vem sendo discutido. Essa medida visa proporcionar as famílias carentes um valor para ser utilizado no pagamento de aluguel, mas se levarmos em conta os preços elevados, a Prefeitura Municipal de Sapezal terá de desembolsar um bom dinheiro para que isso ocorra.

Por fim, resta a população cobrar uma solução para este problema, exigindo a construção de casas populares, para que assim a oferta aumente forçando os preços para baixo.

Porém, se isso ocorrer a população não pode esperar uma redução drástica nos preços, até porque o custo de vida em Sapezal sempre foi elevado. Mas, se ao menos um pouco diminuir, sem dúvidas irá dar um alívio para a população mais carente.

Comentários:

Veja também