Spz Online - Sempre Ligado na Notícia

Notícias Tô On

Quem se esconde atrás do mais novo "fake" de Sapezal?

Perfil falso é usado para criticar e atacar figuras públicas de Sapezal

Quem se esconde atrás do mais novo
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Da Redação

O Projeto de Lei 043/2021 que altera a Planta Genérica de Valores Imobiliários em Sapezal, aprovado na 31ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Sapezal por 7 votos a 2 está causando polêmica nas redes sociais.

A polêmica se dá, devido ao pequeno aumento do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) para alguns bairros do município, após o aumento de pouco mais de 10 por cento no valor venal dos imóveis.

Após a aprovação, os 7 vereadores que votaram favoráveis ao projeto passaram a receber críticas e ataques nas redes sociais de pessoas inconformadas com tal aumento que de acordo com o Executivo seria necessário após uma orientação do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT).

O que chamou a atenção entre os críticos, foi o surgimento de um perfil no Facebook que de uma hora para outra, passou a publicar imagens dos vereadores favoráveis ao projeto. Isso não seria nenhum problema, se o perfil em questão se tratasse de uma pessoa real, mas ao que tudo indica, este é mais um perfil fake com o objetivo de atormentar figuras políticas.

O perfil em questão é apresentado com o nome de Maria Helena Scheffer, uma mulher loira, de meia idade, bem vestida, etc. 

Com mais de 4,2 mil amigos, o perfil se apresenta como sendo de uma advogada criminal, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), outras informações constadas no referido perfil, é que a mesma seria separada e natural de São Miguel do Oeste - SC.

É claro que se trata de mais um perfil falso que está sendo utilizado por um anônimo para atacar figuras políticas inicialmente, podendo se estender para outras pessoas no futuro.

Não é difícil chegar a conclusão da falsidade do referido perfil, um fato que chama a atenção, é que o mesmo foi criado no dia 29 de setembro, no dia de seu aniversário. Isso mesmo, a pessoa em questão, criou o perfil na data em que supostamente faria aniversário.

Outro ponto, é que no mesmo dia no qual foi criado, a pessoa responsável pelo fake resolveu publicar 6 fotografias da mulher descrita anteriormente. Consta ainda, que no dia 30 de setembro teria se mudado para Cuiabá.

A prática de "entupir" de fotografias o perfil é comum nesses casos, já que as fotografias dão a impressão de que não se trata de um perfil falso, e sim de uma pessoa real.

A suposta advogada não consta na lista de advogados reconhecidos pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Ao que tudo indica, o autor do perfil está utilizando nome e imagens de uma pessoa que não sabe em relação ao uso indevido de sua imagem.

Vale ressaltar, que em 2020 ao menos 3 outros perfis falsos estavam ativos na plataforma e posteriormente foram desativados ou excluídos pelo Facebook, além disso, 2 perfis foram alvos de investigação.

Perfis como estes prejudicam e muito o debate político, já que no anonimato, essas pessoas tendem a acreditar que estão livres para falarem o que quiserem sem que sejam responsabilizadas.

O vereador Antonio Rodrigues (Pros), um dos alvos do perfil, se manifestou no último sábado (17) sobre o referido perfil. Na ocasião, o vereador afirmou para o jornalista Jean Borsatti que providências junto às autoridades já foram tomadas para descobrir a autoria do referido perfil.

Quem se esconde atrás do mais novo "fake" de Sapezal?

Comentários:

Veja também