Spz Online - Sempre Ligado na Notícia

Notícias Sapezal e Região

Morador de Sapezal fica indignado após levar o pai para uma unidade de saúde

Junio afirma que seu pai foi na unidade na segunda-feira (11) e recebeu atendimento médico após dificuldades.

Morador de Sapezal fica indignado após levar o pai para uma unidade de saúde
Assessoria
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Da Redação

Um morador de Sapezal, usou as redes sociais nesta quarta-feira (13) para mostrar sua indignação com a falta de atendimento em uma Unidade de Saúde de Sapezal. Junio afirma que seu pai foi na unidade na segunda-feira (11) e recebeu atendimento médico após dificuldades.

LEIA TAMBÉM: Prefeitura de Sapezal se manifesta sobre indignação de morador em relação ao atendimento da Saúde

De acordo com a publicação, na segunda-feira, o pai do morador foi até uma unidade de saúde do município com fortes dores no peito e no pulmão. Após muita dificuldade o homem recebeu atendimento. “Segunda-feira o mesmo foi na unidade de saúde com tosse e fortes dores no peito e pulmão, recebeu atendimento com muita dificuldade porque na segunda-feira era só casos de emergência e ainda foi muito mal atendido. ” Denunciou.

Junio afirma ainda que nesta quarta-feira, seu pai retornou até a unidade onde a enfermeira realizou o primeiro atendimento, porém, não quis que o idoso passe novamente pelo médico. Ela teria dito ainda, que ele deveria retornar na sexta-feira (15) para realizar um agendamento. “Hoje meu pai retornou na unidade de saúde e a enfermeira fez o primeiro atendimento. Não quis passar ele novamente pelo médico e disse para ir na sexta-feira agendar a consulta. ”

“Pelo amor Deus, um absurdo isso. Para um idoso procurar atendimento já é difícil. Lutamos até conseguimos convencer meu pai a procurar ajuda médica e o mesmo não recebe a atenção necessária, lamentável. Fica aqui minha indignação e também o registro que se algo pior acontecer ao meu pai em relação a esse problema, todos serão judicialmente responsabilizados. ”

Comentários:

Veja também